Receba dicas grátis!

Sombras opacas e cintilantes: como combinar diferentes tipos de sombras

sombras opacas

As sombras marcam uma incrível presença em uma maquiagem bem trabalhada nos olhos. Mas, para sair de uma paleta neutra, daquela make básica, e alcançar efeitos diferenciados é essencial saber combinar os diferentes tipos de tonalidades.

E tomem sombras cintilantes, sombras opacas, sombras com glitter, sombras em pó, cores frias, cores quentes. São muitas as opções! Não sabe por onde você pode começar? Então acompanhe o post que vamos explicar direitinho como combinar sombras opacas e cintilantes e garantir um olhar poderoso para você.

As sombras opacas

Conhecidas também como sombras matte, de efeito aveludado, as sombras opacas são aquelas que não apresentam brilhos. Excelentes ferramentas para quem deseja um acabamento natural e sem defeitos. As opções de cores nesse tipo de sombra não eram muitas, mas o mercado vem se expandindo e já é possível encontrar uma boa variedade de sombras opacas.

As sombras cintilantes

As sombras cintilantes são mais populares: elas possuem brilho exatamente porque contam com toques de glitter na composição do produto. São ótimas para imprimir destaque nos olhos com o reflexo da luz. Sua textura costuma ser fina, mas o acabamento pode ficar bem pigmentado, se você souber aplicar e evidenciar a construção da cor nas pálpebras.

Como combinar as sombras opacas e sombras cintilantes

A verdade é que tudo dependerá da sua experiência e do seu processo criativo na hora de fazer a maquiagem. É possível misturar cores quentes com as cores frias, tons neutros com cores mais vivas, então não coloque limites à sua criação.

Para quem não deseja arriscar muito, existem algumas combinações mais básicas e que sempre dão certo. Por exemplo, a sombra rosa cintilante com um marrom opaco, o azul cintilante com o preto opaco, um roxinho cintilante com preto opaco, e nude opaco com rosa cintilante.

Se a sua ideia é sair do básico, atente para algumas dicas. Observe bem a sua paleta de sombras e pense em qual cor será a principal de seu uso. Defina em que ponto dos olhos ela será aplicada (se terá um destaque nos cantos, no meio da pálpebra, se será a nuança do “smokey eyes”, entre outros). A partir daí será mais fácil pensar nas outras combinações.

A cor principal não precisa ser necessariamente a sombra cintilante. Os olhos podem aproveitar as sombras opacas, e a sobre cintilante entrar como um ponto de luz nos cantos, por exemplo.

Use o dorso da mão para teste de cores

Teste as tonalidades colocando-as lado a lado para ver se combinam bem. Uma dica é passá-las nas costas de sua mão e testar um esfumado para ver se funcionam juntas. Não é necessário escolher apenas uma cor principal. Se você escolher mais de uma, o indicado é complementar a combinação com as cores neutras e básicas.

Não tenha medo de se arriscar

Também não adiantará ter uma variedade de sombras opacas e cintilantes em casa, mas ficar no básico sempre! Aproveite os dias em que está mais ousada para apostar em combinações. O roxo opaco e o dourado cintilante podem fazer um combo maravilhoso para aquela festa à noite, por exemplo.

Não tenha receios. Se finalizou um olho e não gostou do resultado, é só começar de novo!

E então? O que achou dessas dicas? Tem alguma sugestão de combinação a acrescentar? Deixe a sua ideia aqui nos comentários!

Adicionar comentário